Foram realmente Marés Vivas?

by - agosto 19, 2018


Este ano consegui concretizar um objectivo que tinha há já algum tempo: ir ao festival Meo Marés Vivas. Enquanto eu estava de baixa médica a recuperar da minha segunda cirurgia, vi que os Kodaline vinham ao Marés Vivas e eu não pensei duas vezes. Comprei o bilhete nesse mesmo dia.

O Marés Vivas é um festival mais pequeno se eu comparar com o Rock in Rio e refiro-me ao espaço, zonas de entretenimento e restauração. No entanto, como eu vou aos festivais pelas bandas, passo pouco tempo no recinto e, no caso do Marés, só entrei às 20h porque entre chegar ao Porto, deixar as coisas no hostel e jantar,o tempo passa a correr.

Acabei por não conseguir ouvir Tiago Nacarato mas pude comprovar que a Carolina Deslandes tem uma voz muito bonita. Porém, e como já tinha referido, a principal razão de eu ir ao Marés Vivas  foram os Kodaline. Foi um concerto muito melancólico e romântico, mas as músicas e letras assim o exigem. Foi bonito, sem dúvida.

Também tinha curiosidade em ver o David Guetta, porque uma coisa é eu ouvir as músicas no spotify e outras é vê-lo passar música. Nada a ver, eu acho. Todo o espectáculo criado está muito bem feito e falo das luzes e imagem pois se tiver que falar da música que passa, prefiro ouvir as músicas dele no computador. No recinto foi muito "tunks tunks" e saltos e mãos no ar e eu sou rapariga mais de abanar a anca a ouvir um funkzinho.

Não é um festival que eu faça muita questão de ir, a não ser que haja alguma banda que eu queira muito ver. Continuo a gostar mais do Rock in Rio, acho que é mais o meu estilo.

E vocês, já alguma vez foram ao Marés Vivas? O que acham?

Também Podes Gostar De

1 coments